Title Image

Sobre o Doutor

Vida, família e profissão.

Minha História Profissional

Corre nas veias o lastro médico oriundo do meu avô paterno, de quem herdei, além do nome a paixão pela profissão.

Aos 17 anos eu recebia a doce notícia de ter conseguido passar no concorrido vestibular de medicina da UFMG e após 6 anos vinha o júbilo sob a forma da minha formatura.

Após a graduação, duas residências médicas; clínica médica e nefrologia, ambas no hospital Felício Rocho em Belo Horizonte. Havia conseguido em 2005 o título de especialista pela Sociedade Brasileira de Nefrologia e apenas alguns poucos meses após, recebi o honroso convite de coordenar o tradicionalíssimo serviço de nefrologia daquele hospital que efetivamente me mostrou a medicina na prática.

Fato marcante ocorrido, nesse mesmo período, foi a minha apresentação à famosa medicina baseada em evidências (MBE). Seus princípios de uso da melhor evidência científica disponível associada à experiência profissional e aos valores/preferências individuais do paciente passaram a pautar minha prática clínica diária, dentro do hospital e no meu consultório.

Em 2012 iniciava minhas atividades executivas associativas como diretor tesoureiro dentro da Sociedade Mineira de Nefrologia. Nos anos vindouros vieram Presidência do Congresso Mineiro (2013), maior evento científico de nosso estado, Presidência da Sociedade (2015), Diretoria Científica (2017). Muito mais do que os cargos vieram muitos amigos, aprendizado, reconhecimento do meu trabalho.

Voltando ao Passado

Fevereiro de 2014. 92 Kg, sobrepeso (IMC 29), intolerância a glicose em uso de metformin (remédio para abaixar a glicose no sangue), fadiga crônica e uma única certeza: ou mudava algo ou estaria fadado a pagar o preço do diabetes no longo prazo.

Entretanto havia um porém… Sempre fui um sujeito bem disciplinado. Dieta com baixo teor de gorduras, refeições a cada 3 horas, atividade física aeróbica de longa duração eram uma rotina em 80% do tempo e o resultado: ganho ponderal progressivo ao longo dos anos e as mazelas associadas aparecendo sob a forma de alterações na glicose e colesterol.

Foi quando os pilares da dieta low carb e paleolítica me foram apresentadas por um grande amigo, Dr. Fernando Lucas, que me fez passar cerca de 2 semanas estudando copiosamente o assunto. O blog do Dr. Souto, hoje outro grande amigo, foi minha fonte inicial de leituras e após isso fiz minha revisão da literatura. A MBE foi essencial para a descoberta: boa parte daquilo que eu achava, praticava e recomedava aos meus pacientes estava errado.

Essa descoberta mudou radicalmente meu modo de enxergar a ciência; com ceticismo aflorado em detrimento de um dogmatismo sectarista. Sem contar as mudanças na minha vida, com melhorias na saúde, com perda de peso(cerca de 20 Kg), melhora das alterações metabólicas e descontinuação de medicamentos.

Consegui, ao longo desse período, mostrar com fatos científicos para familiares, amigos, pacientes e seguidores de redes sociais que a medicina, como qualquer área da ciência, tem verdades dinâmicas que devem ser avaliadas criticamente em prol de melhores resultados.

Segue a luta!!